O que esperar de ‘O amor nos tempos do cólera’

‘O amor nos tempos do cólera’ é aquele livro pra morrer de amores, pra guardar e reler novamente e descobrir várias histórias que, por algum motivo, você deixou escapar da primeira vez.

O livro conta a história de amor de Fermina Daza, Florentino Ariza e Juvenal Urbino, e teve como inspiração a vida dos pais do autor Gabriel García Márquez, que enfrentaram a resistência de seu avô, o pai da noiva.

Bem, ser escrito por Garcia Márquez  já é um bom motivo para ler, mas outro ponto que torna esse livro especial é o fato dele falar de amor de um jeito diferente. As histórias de amor, de modo geral, fazem um recorte do casal protagonista, mas em ‘O amor nos tempos do cólera’, Garcia Márquez conta a história de vários amores. Ao longo do livro, você torce para que cada nova história “dê certo”. Não só dos personagens principais, mas a cada página, você torce para Florentino e Fermina, em seus relacionamentos.

Segundo o autor, ‘O amor nos tempos do cólera’ é o seu melhor romance, superando até o livro pelo qual ganhou o prêmio Nobel: “Cem Anos de Solidão”. Eu só concordo 😉 Além da história superbem narrada, o livro é carregado de frases, como:

“…subia e descia escadas com um cuidado especial, mesmo quando jovem, por ter sempre achado que a velhice começava com uma primeira queda sem importância, e a morte vinha em seguida com a segunda.”

“amor da alma da cintura pra cima e amor do corpo da cintura pra baixo.”

“… mas se deixou levar pela convicção de que os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as mães os dão à luz, e sim que a vida os obriga outra vez e muitas vezes a se parirem a si mesmos.”

E pra mim, que leio ouvindo música, o livro também tem trilha sonora, Jorge Drexler, Rio Abajo.

E você? Já escolheu uma trilha sonora para um livro?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *